quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Me aceito com cicatrizes, gorda ou magra, pele  enrugada, juventude não é dura pra sempre. 
Me acho linda! Aquilo que parece defeito para alguns, no meu modo de agir ou ser, considero as minhas maiores virtudes.
Cada um tem o seu próprio espelho,  tenho o meu no qual me aceito do jeito que sou. 

(Elisabete Coelho)




terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O importante é saber quem tu és, o que os outros são é problema deles.

Elisabete Coelho


O universo nunca entrega o que promete. Aliás, ele nunca prometeu nada, você é que escuta vozes. E assim seguem os dias à prova de planejamento e contrariando nossas vontades, pois, por mais que tenhamos ensaiado nossa fala e estejamos preparados para a melhor cena, nos bastidores do universo alguém troca nosso papel de última hora e não nos comunica, tornando surpreendente a nossa vida.

(Martha Medeiros)



SAUDADE A DOIS

A saudade tem prazo de validade.

Não pode permanecer muito tempo guardada. Não pode permanecer muito tempo não sendo correspondida.


Depois de aberta e fora do convívio, assim como o leite, a saudade azeda. E não há memória refrigerada para conservá-la.

Quando passa da hora, aquela falta ansiosa e comovente é capaz de se tornar ironia e sarcasmo.

O suspiro se transforma em ofensa – nos enxergaremos tolos e burros por confiar cegamente em alguém e esperar à toa. Reclamaremos nossa idiotice por termos feito uma vigília em vão, por termos esquecido de viver.

Já não queremos que o outro volte, já desejamos que ele nunca mais apareça em nossa frente. Violentaremos as lembranças, fecharemos a reza.

A ternura de antes será trocada pela raiva de não ser atendido. Mudaremos a personalidade de nossa conversa, de doce para ácida. Pois o segredo (a saudade é um segredo!) que nos alimentou durante meses não fora respeitado.

Infelizmente, a saudade apodrece.

Quando deixamos de pedir a presença para cobrar a ausência. É sutil o movimento. Toda a atenção dedicada ao longo de um período começa a ser vista como desperdício. Não aconteceu retorno das juras, nem o estorno das expectativas.

Você mandou centenas de mensagens, renunciou saídas com amigos e bares, teve uma vida discreta e fiel, só para honrar uma despedida, e percebeu que, no fim, sempre esteve sozinho na saudade.

Saudade é como o amor. Perece quando não é a dois.

Aliás, quando a saudade não é a dois, deixa de ser saudade para se descobrir solidão.

A saudade é o que guardamos do amor para o futuro. É o que deixamos para amar no futuro.

Nada dói tanto quanto um amor que não vingou após os cuidados do plantio.

Nada dói tanto quanto a saudade que envelhece, uma saudade que definhou pela indiferença, que não foi valorizada pela nossa companhia, que não desembocou em festa.

Nada dói tanto quanto promessas feitas gerando ressentimento.

A saudade não é eterna. Acaba quando percebemos que o amor era da boca para fora, que a urgência era interesse, que a necessidade era falsa.

A saudade é uma esperança de amor. Precisa ser consumida rapidamente, não mais que três meses. Senão, nos consome e nos estraga.


(Fabricio Carpinejar)

terça-feira, 19 de novembro de 2013

"O arco-íris sempre vem após a tempestade, só pra nos lembrar que o cinza é uma cor que embaça.Mas passa..."

Lu Nogfer

"O ser humano quando não sente dor inventa para constatar que esta vivo." 

(Elisabete Coelho)


(…) Uma mulher não perdoa uma única coisa no homem: que ele não ame com coragem. Pode ter os maiores defeitos, atrasar-se para os compromissos, jogar futebol no sábado com os amigos, soltar gargalhada de hiena, pentear-se com franjinha, ter pêlos nas costas e no pescoço, usar palito de dente, trocar os talheres de um momento para outro. Qualquer coisa é admitida, menos que não ame com coragem.
Amar com coragem não é viver com coragem. É bem mais do que estar aí. Amar com coragem não é questão de estilo, de gosto, de opinião. Não se adquire com a família, surge de uma decisão solitária. Amar com coragem é caráter. Vem de uma obstinação que supera a lealdade. Vem de uma incompetência de ser diferente. Amar para valer, para dar torcicolo. Não encontrar uma desculpa ou um pretexto para se adaptar, para fugir, para não nadar até o começo do corpo. Não usar atenuantes como “estou confuso”. Não se diminuir com a insegurança, mas se aumentar com a insegurança. Não se retrair perante os pais. Não desmarcar um amor pela amizade. Não esquecer de comentar pelo receio de ser incompreendido. Não esquecer de repetir pela ânsia da claridade. Amar como se não houvesse tempo de amar. Amar esquisito, de lado, ainda amar. Amar atrasado, com a respiração antecipando o beijo. Amar com fúria, com o recalque de não ter sido assim antes. Amar decidido, obcecado, como quem troca de identidade e parte a um longo exílio. Amar como quem volta de um longo exílio.
(…)
Amar com coragem, só isso.


— Fabrício Carpinejar

domingo, 17 de novembro de 2013

Quando você ama alguém,
não é aquele alguém que é especial.
Quando você ama alguém, quem é especial é você. 

:::: Augusto Branco






"Acabei me afastando de algumas pessoas. A gente sente direitinho quem quer o nosso bem. Se eu estou feliz e você gosta de mim, por favor fique feliz também. Se a sua vida é uma desgraça, desculpa, não tenho culpa. Se os seus sonhos e planos não deram certo, por gentileza, não descarregue em mim. Também tenho sonhos e planos que não se concretizaram e nem por isso sou amargo. Nem por isso não desejo a sua felicidade. Sempre disse e repito: é fácil ser solidário quando tudo está uma merda. É fácil esticar a mão, ficar ao lado, ouvir as tragédias. Difícil mesmo é ficar feliz lá no fundo quando o outro conquista alguma coisa. Quando ele se dá bem. Quando ele está com o coração sorrindo. A gente percebe direitinho sorrisos amarelos, olhares não sinceros. Acho isso tão pequeno. Se você gosta de alguém, se é amigo de alguém é obrigação ficar feliz pela pessoa".Clarissa Corrêa




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Não dá pra se queixar da falta de amor. Muito menos cobrar um sentimento de alguém. As pessoas nunca poderão dar o que não têm dentro do peito.

(Clarissa Corrêa)



"ILUSÃO: lugar de areia movediça pra alma, onde a gente pisa jurando que é jardim." 

                      (Ana Jácomo)






" Eu tenho cada vez mais menos respostas, mas também tenho cada vez mais menos perguntas. Disso eu não duvido mais: tenho cada vez menos certezas. Quanto mais o tempo passa, eu fico menos à vontade para alimentar dores e com muito mais preguiça de sofrer. Quanto mais o tempo passa, menos faço por onde adiantar a morte, mais tento fazer por onde aproximar a vida.."  

(Ana Jácomo)






O Amor Sempre Vale a Pena...

“Se você está sofrendo por causa de um amor perdido, eu tenho más notícias: não há nada que você possa fazer. E não há ninguém que possa ajudar. Na melhor das hipóteses, você vai ter um amigo paciente pra levá-lo a um bar e ouvir suas queixas e, eventualmente, buscar você em um bar e leva-lo pra casa com segurança, nos dias que você se comportar feito um bobo. Na verdade, até existe alguém capaz de curar sua dor, mas esse alguém não costuma ter pressa: ele se chama tempo.
Portanto, procure levantar sua cabeça, e dar um passo adiante, por menor que seja, porque você ainda tem um longo caminho a percorrer dentro desse inferno. Ter pena de si mesmo não vai ajudar em nada, e por mais que você que não acredite, eu posso te garantir que você sente algum prazer em cultivar esse sofrimento. Sim, estar triste é uma forma de exercer a paixão, quando o alvo dessa paixão já se foi. Você está usufruindo o seu direito de estar eternamente apaixonado. Isso é ótimo, prova que você é um romântico. Mas, coisas ótimas não costumam ser baratas, e você tem que pagar seu preço.
Em algum momento, tudo isso vai passar. E nesse caso, quando o furacão for embora, ele não deixará destroços, como se nada tivesse acontecido. Você vai recuperar suas noites de sono. Vai se sentir revigorado, vai tá feliz consigo mesmo, vai levantar sua auto-estima. Você vai tá pronto pra entregar seu coração à outra pessoa, mesmo correndo o risco de parti-lo em mil pedaços novamente, porque o amor… sempre vale a pena.”
Feche os olhos.
Hoje eu não quero que você diga coisa alguma.
Não quero ouvir nada além dos gemidos
e dos suspiros teus.

Eu poderia passar a eternidade em teus beijos,
mas não quero esperar mais nem um segundo
para ter você pra mim.

Se você colocar a mão em meu peito
poderá sentir a minha alma ardendo de desejo por você,
e eu sei que você é pura chama,
por isso feche os olhos...
Não se mova se eu não te tocar.
Você não irá a lugar algum antes de eu amar você.

Não pense em absolutamente nada.
Apenas deixe-se ficar aqui.
Deixe-se entregar para mim,
porque eu já sou completamente teu...
E, não, eu não quero ouvir ver coisa alguma.
Uma noite é sempre muito curta
para um homem e uma mulher que se amam,
por isso feche os olhos:
devemos nos amar, somente.

:::: Augusto Branco 


Foreigner - I Want To Know What Love Is


Esperando Por Uma Garota Como Você

Por tanto tempo,Tenho procurado tanto,
Estou esperando há tanto tempo
As vezes não sei o que vou achar
Só sei que é questão de tempo
Quando você ama alguém,
Quando você ama alguém

Parece tão certo, tão verdadeiro
Preciso saber se você sente isso também

Talvez eu esteja errado
Você me diria se eu estivesse forçando a barra
Esse meu coração já foi machucado antes
Dessa vez quero ter certeza

Estava esperando por uma garota como você Entrar na minha vida
Estava esperando por uma garota como você, a cujo amor irei sobreviver
Estava esperando, alguém novo Pra me fazer sentir vivo
Yeah, Esperando por uma garota como você entrar na minha vida

Você é tão boa, quando fazemos amor pode-se entender
É mais que um toque ou uma palavra que dizemos
Somente em sonhos isto poderia ser desta forma
Quando você ama alguém, sim,
Eu realmente amo alguém

Agora, sei que é certo
Do momento em que acordo até o fim da noite
Não tem outro lugar onde eu gostaria de estar
Do que aqui te abraçando, ternamente

Estava esperando por uma garota como você Entrar na minha vida
Estava esperando por uma garota como você, a cujo amor irei sobreviver
Estava esperando, alguém novo Pra me fazer sentir vivo
Yeah, Esperando por uma garota como você entrar na minha vida

Estava esperando,
Esperando por você, ooh,
Estava esperando
Estava esperando
(Estava esperando alguém como você,estava esperando)
Você não vai entrar na minha vida?
Eu me inspiro melhor quando alguma coisa me toca profundamente:
Músicas
leituras
Palavras
imagens
olhares
toques
amores
lágrimas
sorrisos
universo...

(Elisabete Coelho)





quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Verdade

Verdade 

A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.
E sua segunda metade
voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso
onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em metades
diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era totalmente bela.
E carecia optar. Cada um optou conforme
seu capricho, sua ilusão, sua miopia.

(Carlos Drummond de Andrade)

Cada pessoa que conhecemos durante nossa vida provavelmente já passou por algumas experiências, aventuras e desventuras em seus relacionamentos, as quais deixaram marcas e impressões positivas e negativas. Quando estas lembranças são boas trazem-nos também bons sentimentos, mas do contrário fica a cicatriz que apesar do passar do tempo permanece ali intacta. Percebe-se então que o ser humano em geral costuma cultivar alguns sentimentos ruins, o que poderia ser diferente através das recordações do que de fato foi benéfico, visando o fato de que nenhum relacionamento foi de todo um mal. O que acontece é que muitas vezes o aprendizado anterior é esquecido e o individuo perde-se e sem tempo para amenizar a dor, adentra em outros relacionamentos tendendo a confundir em seguida a fuga do relacionamento anterior com o amor.

(Elisabete Coelho)


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

"Pessoas que não se sentiram amadas na infância, quando chegam na fase adulta sentem dificuldades de amar, se tornam pessoas bloqueadas para dar e receber amor."

(Elisabete Coelho)






All For Love - Jimmy Cliff


Viajei longe e amplamente
Sobre colinas e montanhas
Coloquei de lado meu orgulho
Tudo por amor
Viajei por lugares próximos e distantes
À pé, navio, trem e carro
Fiz pedido a uma estrela
Tudo por amor
Quebrei todas as regras
Até fiz papel de bobo
Algumas vezes perdi minha calma
Tudo por amor
E no sol escaldante e na chuva torrencial
E mesmo tendo sentido dor
Faria tudo novamente
Tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Tudo por amor
Viajei incontáveis milhas
Entrando e saindo de moda
Franzindo a testa e sorrindo
Tudo por amor
Algumas vezes minha fé diminue
E minha ira aumenta
Mesmo assim mantenho a paz
Tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Por amor, tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Tudo por amor
Um homem sacrifica sua fortuna
E perde sua saúde
Algumas vezes seu pobre coração derrete
Tudo por amor
Uma mulher sai de sua casa e vai até Roma
E deixa sua família
Para ficar com aquele que ela ama
Tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Tudo por amor
Por amor, por amor, por amor
Tudo por amor
Eu olho bem no fundo de minha alma
Das coisas que contemplo
E algumas vezes perco o controle
Eu me sacrifiquei
Eu pago o preço
E ainda ouço aquele doce refrão
Faça outra vez, faça outra vez
Tudo por amor

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A vida é feita de escolhas, ninguém erra quando mantém os seus princípios e segue o seu coração.

(Elisabete Coelho)


"O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de passar a mão no cabelo. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso!"

(Martha Medeiros)


terça-feira, 22 de outubro de 2013

"Coisa rara e bonita é a gente poder se comunicar por meio da alma, sem que palavra alguma necessariamente aconteça." 

Ana Jácomo


“Homem não gosta de mulher que insiste com recados consecutivos, mas também não gosta de mulher que não telefona. Mulher não gosta de homem que a persegue, mas também não gosta de homem que não a procura. Homem não gosta de mulher fácil, mas também não gosta de mulher difícil. Mulher não gosta de homem doce, mas também não gosta de homem rude. Homem não gosta de mulher que fica com muitos, mas também não gosta de encalhada. Mulher não gosta de mulherengo, mas também não gosta de travado. Homem não gosta de ser questionado, mas também não gosta de ser esquecido. Mulher não gosta de ser contrariada, mas também não gosta de gente passiva. Homem não gosta de estardalhaço, mas não adia uma bagunça. Mulher gosta de estardalhaço, desde que não vire bagunça. Homem não gosta de ser debochado, mas também não suporta ser levado sempre a sério. Mulher não gosta de brincadeiras sem graça, mas não admite a ausência de brincadeiras. Homem não gosta de fofoca, mas é o primeiro a contar as novidades aos amigos. Mulher gosta de fofoca, mas deseja preservar sua privacidade. Homem não gosta de jantar na casa da sogra, mas também precisa dela. Mulher não gosta de ser comparada com as antigas namoradas, mas também quer saber todos os detalhes. Homem não gosta de ser surpreendido, mas também não gosta de saber antes. Mulher adora um mistério, mas com aviso prévio. Homem não gosta de comprar lingerie, mas também é o primeiro a criticar a que ela está usando. Mulher ama comprar lingerie, mas também é a primeira a dizer que a incomoda. Mulher prefere calcinha bege, não aparece com a roupa. Homem abomina calcinha bege, aparece demais quando ela tira a roupa. Homem não gosta de discutir relacionamento, mas também não gosta do silêncio. Mulher gosta de discutir relacionamento, mas odeia chorar no meio da briga. Homem não tolera filmes românticos, mas não desliga quando reprisados na tevê. Mulher não agüenta filmes de ação, mas também é um alívio não pensar muito. Homem tem dificuldades para se declarar, mas faz o impossível para ser denunciado. Mulher espera declarações, mas não quando está se arrumando. Homem reclama dos atrasos, mas também detesta quem chega antes. Mulher odeia a impaciência do homem, mas também se enerva com a letargia. Homem não resiste a um videogame, mas também não deseja ser chamado de criança. Mulher abusa dos diminutivos, mas também diz que cresceu. Homem pede desculpa quando machuca, mas não aceita desculpa quando machucado. Mulher se desculpa antes de errar, depois não se lembra. Mulher desvia o assunto quando se desinteressa, mas não gosta que não prestem atenção nela. Homem não gosta de ser interrompido, mas vive interrompendo. Mulher admira poesia, mas não no sexo. Homem procura agradar a mulher ao recitar poesia no sexo. Homem não gosta de unhas vermelhas, mas fica excitado com elas num filme pornô. Mulher gosta de unhas vermelhas porque detesta filme pornô. Mulher anseia pelas flores, mas nunca tem um vaso para colocá-las. Homem gosta de mandar flores, mas desiste na hora de escrever o cartão. E ambos não gostam do meio-termo.”
Fabrício Carpinejar

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

O AMOR NO COLO




A dor não pede compreensão, pede respeito. Não abandonar a cadeira, ficar sentado na posição em que ela é mais aguda.

Vejo homens que não têm coragem de terminar o relacionamento. Que não esclarecem que acabou. Que deixam que os outros entendam o que desejam entender. Que preferem fugir do barraco e do abraço esmurrado. Saem de mansinho, explicando que é melhor assim: não falar nada, não explicar, acontece com todo mundo.

Encostam a porta de sua casa (não trancam) e partem para outra vida.

Não é melhor assim. Não tem como abafar os ruídos do choro. O corpo não é um travesseiro. Seca com os soluços.

Não é melhor assim. Haverá gritos, disputa, danos. É como beber um remédio, sem empurrar a colher para longe ou moldar cara feia. É engolir o gosto ruim da boca, agüentar o desgosto da falta do beijo.

Será idiota recitar Vinicius de Moraes: "que seja infinito enquanto dure". A despedida não é lugar para poesia.

Haverá uma estranha compaixão pelo passado, a língua recolhendo as lágrimas, o rosto pelo avesso. Haverá sua mulher batendo em seu peito, perguntando: "Por que fez isso comigo?"

Haverá a indignação como última esperança.

Haverá a hesitação entre consolar e brigar, entre devolver o corte e amparar.

Vejo homens que somente encontram força para seduzir uma mulher, não para se distanciar dela.

Para iniciar uma história, não têm medo, não têm receio de falar.

Para encerrar, são evasivos, oblíquos, falsos. Mandam mensageiros.

Não recolhem seus pertences na hora. Voltarão um novo dia para buscar suas coisas.

Não toleram resolver o desespero e datar as lembranças. Guardam a risada histérica para o domingo longe dali.

Mas estar ali é o que o homem precisa. Não virar as costas. Fechar uma história é manter a dignidade de um rosto levantado, ouvindo o que não se quer escutar. Espantado com o que se tornou para aquela mulher que amava. Porque aquilo que ela diz também é verdade. Mesmo que seja desonesto.

Desgraçadamente, há mais desertores do que homens no mundo.

Deveriam olhar fora de si. Observar, por exemplo, a dor de uma mãe que perde seu filho no parto.

O médico colocará o filho morto no colo materno. É cruel e - ao mesmo tempo - necessário. Para que compreenda que ele morreu. Para que ela o veja e desista de procurá-lo. Para que ela perceba que os nove meses não foram invenção, que a gestação não foi loucura. Que o pequeno realmente existiu, que as contrações realmente existiram, que ela tentou trazê-lo à tona. Que possa se afastar da promessa de uma vida, imaginar seu cheiro e batizar seu rosto por um instante.

Descobrir a insuportável e delicada memória que teve um fim, não um final feliz. Ainda que a dor arrebente, ainda é melhor assim.
(Fabrício Carpinejar)

quarta-feira, 16 de outubro de 2013



É complicado se entregar de corpo e alma, a maioria das pessoas estão vazias de alma.

(Elisabete Coelho)







quarta-feira, 9 de outubro de 2013

"Reclamamos da imperfeição sem saber que a imperfeição é a própria perfeição." 

(Elisabete Coelho)


terça-feira, 1 de outubro de 2013

Todos nós passamos por várias mudanças durante a vida! Mudamos o exterior, o lugar onde moramos, mudamos relacionamentos, enfim, várias mudanças acontecem durante nossa trajetória de vida. A questão é saber se as mudanças foram positivas ou negativas e se realmente nos fizeram felizes de verdade??? Dizer que mudamos é simples, mas só quem sente é que sabe se foi boa ou não.
Por isso, antes de tentar agradar aos outros, procure agradar a si mesmo.


(Elisabete Coelho)



sexta-feira, 27 de setembro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Algumas pessoas eu prefiro não ler! Livros são mais interessantes.

(Elisabete coelho)


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Se você quer um pedacinho do Paraíso, acredite em Deus.
Mas se você quer conquistar o mundo, acredite em você
porque Deus já te deu tudo o que você precisa
para você vencer.

:::: Augusto Branco



As pessoas gostam do ideal de liberdade de expressão 
até o momento em que começam a ouvir aquilo 
que elas não gostariam que dissessem a respeito delas.


:::: Augusto Branco



Quando tu vires uma pessoa te pedindo ajuda, rastejando, 
quase não podendo levantar a mão para que tu a socorras, 
tomai cuidado em observar se ela não tem parentesco com cobra.


::: Augusto Branco

Os cegamente apaixonados que me perdoem, mas amor próprio é fundamental!

:::: Augusto Branco



Pessoas sem caráter são dissimuladas, sem moral, de má índole!Esse tipo de pessoa desconhece o significado da palavra consciência.

(Elisabete Coelho)


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

"Algumas pessoas se destacam para nós (...) Não importa quando as encontramos no nosso caminho. Parece que estão na nossa vida desde sempre e que mesmo depois dela permanecerão conosco. É tão rico compartilhar a jornada com elas que nos surpreende lembrar de que houve um tempo em que ainda não sabíamos que existiam. É até possível que tenhamos sentido saudade mesmo antes de conhecê-las. O que sentimos vibra além dos papéis, das afinidades, da roupa de gente que usam. Transcende a forma. Remete à essência. Toca o que a gente não vê. O que não passa. O que é (...) Com elas, o coração da gente descansa. Nós nos sentimos em casa, descalços, vestidos de nós mesmos. O afeto flui com facilidade rara. Somos aceitos, amados, bem-vindos, quando o tempo é de sol e quando o tempo é de chuva. Na expressão das nossas virtudes e na revelação das nossas limitações. Com elas, experimentamos mais nitidamente a dádiva da troca nesse longo caminho de aprendizado do amor. "
(Ana Jácomo)

"Tem gente que entra na nossa vida de forma providencial e se encaixa naquela história que gosto de imaginar: surpresas que Deus embrulha pra presente e nos envia no anonimato.
Surpresas que só sabemos de onde vêm porque chegam com o cheiro dele no papel."
(Ana Jácomo)

E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo. Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor. Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.
(Ana Jácomo)

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Ninguém acerta sempre e toda história tem pelo menos dois lados, duas interpretações. Posso ter a plena certeza de que estou fazendo o meu melhor. Você pode entender que estou te dando o meu pior. Posso achar que estou fazendo o bem. Você pode entender que estou te ofendendo. Posso me expressar de uma forma que você acha errada. As pessoas são e sempre serão diferentes. Por isso, nós precisamos ter um pouco de paciência, sabedoria e jogo de cintura para lidar com o jeito, a falha, a forma e a bagagem do outro. E vice-versa. 

(Clarissa Corrêa)