quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ilusão

Uma das maiores ilusões do ser humano é acreditar que o outro possa ser realmente aquilo que ele pensa que é.

(Elisabete Coelho)


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério. Sou uma só... Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.

Clarice Lispector



Confiança

 Uma das  partes mais difíceis de um relacionamento é depositar confiança sem saber o que vamos receber.

(Elisabete Coelho)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Não  existe presente melhor  que o sorriso de uma criança.

(Elisabete Coelho)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A maioria de nós passa a vida inteira poupando felicidade, tão preocupados em não morrer que acabamos por não viver. Passamos a vida como lagartas rastejantes por medo da metamorfose e do desconhecido; e assim apodrecemos sem termos tido um único momento como borboleta. Se tememos a morte é apenas por não termos vivido. Na verdade morrer sem ter vivido é o único pecado que existe.
Talvez o certo para você é o errado para mim. Claro, cada um é cada um, ninguém é igual a ninguém. Não vai ser por isso que vamos nos desentender. Duas pessoas discutirem e não chegarem a uma conclusão igual, é a melhor prova de que cada ser humano tem o seu valor e identidade própria.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Essência!

Nem sempre eu quero ser séria.

Nem sempre eu quero estar rizonha.

Nem sempre eu quero papo cabeça.

Nem sempre eu quero conversa.

Nem sempre eu quero silêncio.

Nem sempre eu quero estar só.

Nem sempre eu quero companhia.

Nem sempre eu quero festa.

Nem sempre eu quero rua.

Nem sempre eu quero ficar em casa.

Nem sempre  eu quero fazer o mesmo trajeto.

Nem sempre eu quero ver as mesmas pessoas.

Nem sempre eu quero ir aos mesmos lugares.

Nem sempre eu quero fazer as mesmas coisas...

Nem Sempre! Nem sempre!Nem sempre...

Mas quero  sempre ser EU mesma.

Elisabete Coelho


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Quem não te procura, pode sentir sua falta, muito mais do que você imagina, porém algumas vezes o orgulho, mágoa , decepções, podem fazer com que isso não aconteça.
Tornando assim, ambas as partes infelizes, por terem dificuldades de demostrar sentimentos e por não saberem perdoar.

Elisabete Coelho



terça-feira, 22 de novembro de 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Sentir



Sinto teu cheiro
sinto teu beijo
sinto teu toque
sinto teu olhar
sinto teu carinho
sinto teu abraço
Sinto tua presença
Simplesmente sinto

    Você!

Elisabete Coelho

quinta-feira, 17 de novembro de 2011




Estamos sempre correndo em busca de nossos objetivos e acabamos muitas vezes em função da correria nos perdendo no meio do caminho,em consequência disso magoamos pessoas que nos amam e que na maioria das vezes não estão a par dos nossos problemas, simplesmente porque não falamos!Nesse determinado momento devemos nos permitir dar um  tempo para nos reeducarmos resgatando a nossa espiritualidade, diminuindo os nossos passos e reorganizando nossos pensamentos.
Todos nós temos momentos de fraquezas, mas o importante é saber levantar depois da queda.
 O  problema existe, porque criamos!Você escolhe ou fica com eles ou se liberta deles.

Elisabete Coelho


quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Quando passamos a perceber  mais os defeitos dos outros deixamos de amá-los.

Elisabete Coelho

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Não espere ficar doente para cuidar da sua saúde e começar a dar valor as belezas da vida.
Viva o hoje, o momento presente.
Estamos aqui só de passagem.

Elisabete Coelho

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Tempo!


     
                  
Chegou o tempo em que as pessoas sentem vergonha de demostrar seus verdadeiros sentimentos!
Amar é feio, demonstrar carinho, ser educado é brega.
Chegou o tempo em que a família é desunida.
Chegou o tempo em que muitos já perderam a fé.
Chegou o tempo em que diversão significa  estar rodeados de pessoas fúteis.
Chegou o tempo em que não se admira mais o nascer e o por do sol.
Chegou o tempo em que a miséria entre os povos está cada vez maior.
Chegou o tempo em que as pessoas se afastam cada vez mais uma das outras.
Chegou o tempo em que encontrar verdadeiras amizades é coisa rara.
Enfim, chegou o tempo do egoísmo!
Será que ainda temos tempo de reverter todos os itens citados?

Elisabete Coelho






sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A única certeza que eu tenho é que minhas dúvidas são cada vez maiores.

Elisabete Coelho

terça-feira, 20 de setembro de 2011


Meus melhores momentos, estão gravados na minha mente e no meu coração.

Elisabete Coelho


terça-feira, 6 de setembro de 2011

domingo, 28 de agosto de 2011

Loucos!




Os loucos mais perigosos são  aqueles que estão livres do manicômio se encontram totalmente a deriva nesse mar de loucuras.

Elisabete Coelho




Tudo era:

Divertido,
encantador,
mágico,
misterioso.
Existia cumplicidade!
Sentimentos confusos e o envolvimento cada vez maior.


Nada mudou?


Sim!
Mudou! 


Acabou a magia
Acabou o mistério
Acabou a cumplicidade
Acabou a diversão
Nunca existiu amizade.


Era apenas uma doce ilusão!

Elisabete Coelho



sexta-feira, 19 de agosto de 2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Talvez!


Talvez, o que eu vejo agora, eu não veja depois
Talvez, o que eu sinto agora, eu não sinta depois
Talvez, o que eu quero agora, eu não queira depois
Talvez, aonde eu estou agora, eu não esteja depois
Talvez, o que eu digo agora, eu não direi depois
Talvez!Com quem eu estou agora, eu não esteja depois!
Talvez, talvez, talvez.

Elisabete Coelho



quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Viver!!!



Viver uma verdadeira experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida. Gostar é sentir 
com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele. Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente.


Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles. Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão.


Cada um é o único responsável pelas suas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida Um Amor de Verdade
Zíbia Gasparetto

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

" E tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus, que sou capaz de estar vivo sem vampirizar ninguém, que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativo e até me divirto e descubro a gota de mel no meio do fel. Colei aquele “Eu Amo Você” no espelho. É pra mim mesmo. " [Caio F. Abreu]

VIDA!

"TODOS OS DIAS QUANDO ACORDO AGRADEÇO A DÁDIVA DA VIDA!"(E.C)

terça-feira, 2 de agosto de 2011

domingo, 31 de julho de 2011

O Corpo


 Eu sou seu corpo.
Não sou você!
Não adianta fantasiar-me com roupas e jóias coloridas, tentando fazer com que eu passe por aquilo que você desejaria ser mas não é.
Se sou um corpo bonito, não creia que mereço mais atenção por parte dos outros.
Existem frutas bonitas, mas que são azedas.
Eu sou o corpo, não sou você!
Deus emprestou-me a você para que caminhe levando-me
como representante dos seus contatos mais diretos com o mundo.
Você sabe que, feio ou bonito, doente ou sadio, não sou você.
Presto, sim, um serviço que você precisa.
Sou um empréstimo, e o empréstimo termina quando vence o tempodeterminado.
Obrigado, se me tratas com o devido respeito frente àquilo que posso suportar.
Um dia você deverá deixar-me.
Muitos acharão que eu sou realmente você, e será triste,
Será difícil, mas você sabe que não sou você!
Você segue com a sua inteligência, eu sofrerei modificações em minha libertação.
Eu sou o corpo; você sabe que não sou você!

(Jair Presente/Celso de Almeida )








Sentimentos Humanos



             
                    

Os Sentimentos Humanos certo dia se reuniram para brincar. Depois que o Tédio bocejou três vezes porque a Indecisão não chegava a conclusão nenhuma e a Desconfiança estava tomando conta, a Loucura propôs que brincassem de esconde-esconde. A Curiosidade quis saber todos os detalhes do jogo, e a Intriga começou a cochichar com os outros que certamente alguém ali iria trapacear.
O Entusiasmo saltou de contentamento e convenceu a Dúvida e Apatia, ainda sentadas num canto, a entrarem no jogo. A Verdade achou que isso de esconder não estava com nada, a Arrogância fez cara de desdém pois a idéia não tinha sido dela, e o Medo preferiu não se arriscar: “Ah, gente, vamos deixar tudo como esta”, e como sempre perder a oportunidade de ser feliz.
A primeira a se esconder foi a Preguiça, deixando-se cair no chão atrás de uma pedra, ali mesmo onde estava. O Otimismo escondeu-se no arco-íris, e a Inveja se ocultou junto a Hipocrisia, que sorrindo fingidamente atrás de uma arvore estava odiando tudo aquilo.
A Generosidade quase não conseguia se esconder porque era grande, e ainda queria abrigar meio mundo, a Culpa ficou paralisada pois já estava mais do que escondida em si mesma, a Sensualidade se estendeu ao sol num lugar bonito e secreto para saborear o que a vida lhe oferecia, porque não era nem boba nem frígida; o Egoísmo achou um lugar perfeito onde não cabia ninguém mais.
A Mentira disse para Inocência que ia se esconder no fundo do oceano, onde a inocente acabou afogada, a Paixão meteu-se na cratera de um vulcão ativo, e o Esquecimento já nem sabia o que estava fazendo ali.
Depois de contar 99 a Loucura começou a procurar.
Achou um, achou outro, mas ao remexer num arbusto espesso ouviu um gemido: era o Amor, com os olhos furados pelos espinhos.
A loucura o tomou pelo braço e seguiu com ele, espalhando beleza pelo mundo. Desde então o Amor é cego e a Loucura o acompanha.
Juntos fazem a vida valer a pena... (Lya Luft)
Lya Luft

ocultar

sábado, 30 de julho de 2011

Simplesmente William Shakespeare


"Podemos escolher recuar em direção à segurança ou avançar em direção ao crescimento.
A opção pelo crescimento tem que ser feita repetidas vezes. E o medo tem que ser superado a cada momento."
(Abraham Maslow)

INDIFERENÇA


Indiferença

Hoje, voltas-me o rosto, se ao teu lado
passo. E eu, baixo os meus olhos se te avisto.
E assim fazemos, como se com isto,
pudéssemos varrer nosso passado.

Passo esquecido de te olhar, coitado!
Vais, coitada, esquecida de que existo.
Como se nunca me tivesses visto,
como se eu sempre não te houvesse amado

Mas, se às vezes, sem querer nos entrevemos,
se quando passo, teu olhar me alcança
se meus olhos te alcançam quando vais.

Ah! Só Deus sabe! Só nós dois sabemos.
Volta-nos sempre a pálida lembrança.
Daqueles tempos que não voltam mais!

Guilherme de Andrade e Almeida

Amo-te tanto meu amor

Amo-te tanto meu amor ... não cante
o humano coração com mais verdade...
amo-te como amigo e como amante
numa sempre diversa realidade

amo-te afim, de um calmo amor prestante,
e te amo além, presente na saudade.
amo-te enfim, com grande liberdade
dentro da eternidade e a cada instante

amo-te como um bicho, simplesmente,
de um amor sem misterio e sem virtude
com um desejo maciço e permanente

e de te amar assim muito e amiúde
é que um dia em teu corpo de repente
hei de morrer de amar mais do que pude. 

(Vinicius de Morais)

Rosto Na Luz Direta






Rosto nu na luz direta.

Rosto suspenso, despido permeável,
Osmose lenta.
Boca entreaberta como se bebesse,
Cabeça atenta.

Rosto desfeito,
Rosto sem recusa onde nada se defende,
Rosto que se dá na angústia do pedido,
Rosto que as vozes atravessam.

Rosto derivando lentamente,
Presentimento que os laranjais segredam,
Rosto abandonado e transparente
Que as negras noites de amor em si recebem.

Longos raios de frio correm sobre o mar
Em silêncio ergueram-se as paisagens
e eu toco a solidão com uma pedra.

Rosto perdido
Que amargos ventos de secura em si sepultam
E que as ondas do mar puríssimas lamentam.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Valsar com a vida




VALSAR COM A VIDA

Ò vida minha
Que te amo tanto
Tu és tão meiguinha
Numa valsa dançando.
Um passo para trás
Dois para a frente
Ope lá!
Uma voltinha
Uma segunda
E uma terceira
Uma quarta ainda
Ò minha vida
Tu és tão lindinha.

A morte estava sentada
Ao canto, no seu lugar
Fizemos-lhe um careta
E fomos os dois valsar.
Um passo para trás
Dois para a frente
Ope lá!
Uma voltinha
Uma segunda
E uma terceira
Uma quarta ainda,
Ò minha vida
Tu és Rainha.

À noite fomos para a cama
Para nos irmos deitar
Mas tu com a tua chama
Preferiste ir valsar.
Um passo para trás
Dois para a frente
Ope lá!
Uma voltinha
Uma segunda
E uma terceira
Uma quarta ainda.
Ò minha vida
Tu és Joaninha.

E pela vida fora
Foi sempre a dançar
E até à aurora
Era só valsar.
Um passo para trás
Dois para a frente
Ope lá!
Uma voltinha
Uma segunda
E uma terceira
E uma quarta ainda.
Ò minha vida
Tu és andorinha!

Alberto da fonseca

Castelo De cartas








Comecei a construir o meu 
castelo de cartas 
errei 
e ele caiu 

pus carta sobre carta novamente 
veio o vento 
e o derrubou 

respirei fundo e comecei de novo 
alguém apareceu 
e o destruiu 

e fiz tudo mais uma vez... 

foi então que me perguntaram: 
por que insiste? 
não percebe que é só um 
castelo de cartas 
e que irá cair novamente? 

eu respondí 
eu não sei... 
mas algo me diz que a 
beleza 
está em 
construir.

(Pedro Tostes)

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Momentos De Reflexão:

Carpe Diem !

Colha o seu dia!viva cada momento como se fosse o último,lembrando sempre que estamos só de passagem.Dê amor e carinho para as pessoas que fazem a diferença em sua vida e porque não para quem não faz também???Afinal é o que elas mais precisam;Aprenda a colocar-se em primeiro lugar sempre. Isto não é ser egoísta, é amar a si mesmo,respeitar-se querer o melhor para si.
A vida é uma caixinha de surpresas:se hoje você não esta bem,vai passar,tudo passa,basta você ter fé e lutar pelos seus objetivos.Não adianta você cruzar os braços lamentar-se  não fazer nada e esperar só por Deus!A vida é um presente maravilhoso!!!Basta você aceita-la pois sempre há algo de belo para se apreciar.Não mentalize pensamentos negativos.Há sempre uma luz no fim do túnel.Siga em frente sempre,não desista no meio do caminho!(E.C)